25 de julho de 2018

Disfunção Erétil

Disfunção erétil (DE) é definida como a incapacidade consistente de obter  ou manter uma ereção suficiente para permitir atividade sexual satisfatória.  Estudos científicos sugerem que a disfunção erétil afeta cerca de 20% da população masculina de todas a idades e até 50% dos homens acima de 50 anos. É uma condição que impacta negativamente na qualidade de vida e satisfação sexual de homens e casais. Porém há ainda um grande quantidade de indivíduos que relutam em procurar ajuda, seja por vergonha, preconceito ou desinformação. Sabe-se que apenas 15-30% dos pacientes com disfunção erétil recebem fazem algum acompanhamento médico durante sua vida.

O tratamento dirigido por metas é essencial no manejo dessa condição, e o acompanhamento por especialistas na área faz a diferença. É ainda fundamental entender o contexto pessoal em que o homem se encontra, já que problemas de ordem psicológica agravam muito o problema. O tratamento padrão inclui medicações orais, injeções penianas e próteses nos casos extremos. Acompanhamento psicológico é um forte aliado no combate aos problemas de ereção.

Dentre as opções disponíveis, para o tratamento da disfunção erétil, quando os comprimidos orais não funcionam, existem as opções de tratamento injetável , terapia com ondas de choque e próteses penianas . Muitas vezes, pode ser necessária a realização de uma ultrassonografia com Doppler de pênis , com indução de ereção, para definir qual o melhor tratamento para cada caso.

Para mais informações, agende uma avaliação através do nosso WhatsApp .