Ferramentas importantes na avaliação de disfunção erétil

Após o término da avaliação e já com um diagnóstico preciso dos fatores envolvidos nas dificuldades de ereção, é possível fazer um plano de tratamento que se adeque aos anseios do paciente. No primeiro momento boa parte dos pacientes respondem a medicamentos orais para ereção associado com terapia sexual. Para casos mais graves ou que simplesmente não responderam à primeira linha de tratamento, pode ser interessante o uso de tratamentos mais complexos como o uso de medicamentos injetáveis ou bombas a vácuo. Na falha dos anteriores, o paciente se torna um bom candidato a considerar a opção da prótese peniana, que quando bem indicada traz altos índices de satisfação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eduardo de Paula Miranda - Doctoralia.com.br