Pornografia causa problemas sexuais?

Com o advento da internet e dos smartphones o consumo de pornografia é praticamente universal. Nos Estados Unidos cerca de 46% de homens adultos e 16% de mulheres adultas confessam assistir pornografia de forma regular. Esses números são semelhantes na Europa e na Austrália. Apesar da popularidade da pornografia, seu uso continua sendo um assunto altamente controverso, pois enquanto alguns estudiosos acreditam que a pornografia pode ter efeitos deletérios, outros afirmam categoricamente que seu uso não é necessariamente problemático. Em linhas gerais os estudos mais recentes não conseguiram comprovar que o uso regular de pornografia esteja associado à disfunção sexual masculina, como a disfunção erétil. Porém, sabe-se que os padrões de utilização e a natureza do conteúdo pornográfico podem em teoria trazer questões mal resolvidas, sobretudo quando envolvem os diferentes tipos de violência. A recomendação mais adequada na atualidade seria evitar o uso abusivo em frequência ou conteúdo para que não haja riscos no futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eduardo de Paula Miranda - Doctoralia.com.br