Ondas de choque serve para doença de Peyronie?

Apesar de o tratamento de ondas de choque ter ganhado popularidade nos últimos anos, ainda há poucas pesquisas que confirmem a sua utilidade em Doença de Peyronie. Seu uso não é recomendado por nenhuma das mais respeitadas entidades médicas internacionais para tratamento das deformidades penianas adquiridas com a doença. Por outro lado, pode ser uma opção para o tratamento da dor associada a esta condição. No entanto, os próprios autores dos estudos científicos reconhecem que a dor costuma ser um processo passageiro e, portanto, a utilidade das ondas de choque nesse cenário também é controversa.
Tais estudos também apontam para uma diminuição da quantidade de tecido cicatricial palpável no pênis, porém não se sabe ao certo qual o benefício que isso traz aos pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eduardo de Paula Miranda - Doctoralia.com.br